sexta-feira, 23 de abril de 2010

ÉTICA PROTESTANTE

A palavra ética se tornou um verdadeiro palavrão ou em evangeliquez, uma palavra torpe, que sempre vem acompanhada de uma justificativa pré-fabricada de quem não tem pecado atire a primeira pedra. Como os mortos não falam, mas deixam sua obra, vamos ter que recorrer a obra de nossos pais do passado para trazer a questão da ética protestante á tona novamente, para que a luz brilhe sobre as trevas e as obras dos homens sejam reveladas á luz Daquele que não sofre sombra de variação.
Estudar ética é voltar ao verdadeiro cristianismo que busca na verdade absoluta soluções para nosso relativismo pecaminoso.

Iremos continuar esse tema nos dias que se seguem, para que eu me encontre novamente como cristão verdadeiro que ama a volta de Jesus.

Miss Marcelo

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

ANO NOVO, VIDA NOVA !

Saudações a todos que amam sinceramente a volta de Jesus ! Amados, iremos retomar nossos trabalhos aqui no blog visando principalmente expor nosso posicionamento doutrinario em face da desorientação e falsidade que são comuns em nosso século, vamos caminhar juntos e que este seja um ano cheio de graça da parte Daquele que nunca nos abandonou.
Em Cristo
Miss Marcelo

segunda-feira, 16 de novembro de 2009


COMO É INTERESSANTE VER ESSA IGREJA NOVA QUE MARCHA PRA GESUIS, QUE LOUVA, QUE DANÇA E BOTA LITERALMENTE O BLOCO NA RUA SE CALAR DIANTE DA MAIOR AFRONTA QUE PODE SE LEVANTAR CONTRA O SENHOR JESUS E O QUE ELE REPRESENTA. É CLARO QUE ENTENDO QUE NO FINAL TUDO TERMINA EM GRANA E FARRA,MAS O ABSURDO É QUE A NOVA IGREJA SE CALA DIANTE DA DATA MAIS EXPRESSIVA DO CRISTIANISMO: O NATAL, QUE APESAR DE NÃO SER A DATA EXACTA DO NASCIMENTO, FOI A DATA ESCOLHIDA PARA A COMEMORAÇÃO, SE TEM A VER COM O SOL E O CALENDÁRIO PAGÃO, TUDO BEM, FOI JESUS QUEM CRIOU O SOL, MAS O ABSURDO É SABER QUE NA VERDADE A IGREJA NÃO QUER É COMPRAR BRIGA COM O COMERCIO SECULAR QUE BANIU JESUS DOS FESTEJOS NATALINOS E PIOR COLOCOU EM DESTAQUE UMA FIGURA BIZARRA QUE NA VERDADE NEM REPRESENTA O QUE ERA NO INICIO. QUE DEUS NO ILUMINE COM A GLORIOSA LUZ DE JESUS, E QUE NESTE NATAL DEIXEMOS UM ESPAÇO MAIOR PARA JESUS EM NOSSAS VIDAS !

sábado, 13 de junho de 2009

PORQUE ACREDITO NA FAMILIA ( Por Pr Jabes Nogueira Filho)

Falar sobre família sempre foi uma prática comum entre os pregadores cristãos. O assunto está na Bíblia e realmente deve merecer a maior atenção de nossos púlpitos. Em especial hoje em dia quando parece que foi deflagrada uma batalha espiritual contra a família. Mas para início de conversa quero declarar que acredito piamente que esta batalha já está ganha! Mas por que eu acredito na família? Por que posso afirmar que as famílias, em princípio as cristãs, vão prevalecer nesta guerra?
Afirmar como resposta inicial que é porque a família nasceu no coração de Deus e por ela o Senhor tem interesse particular é apenas reafirmar o já bastante conhecido. Então me deixe tentar justificar minha convicção a partir da leitura da parábola do filho pródigo contada por Jesus e registrada por Lucas 15:11-32.
Na história narrada pelo Mestre a família é um lugar onde há diferenças. E mesma elas existindo, são compreendidas e respeitadas. Na parábola o pai tem dois filhos e cada um se comporta de maneira completamente diferente do outro; mas nem por isso são rejeitados ou desprezados por seu pai.
Acredito na família por que somos todos diferentes entre nós – e não há razão nenhuma para sermos iguais – e na família há lugar para todos.
Ainda na parábola a família retratada é um lugar de referência e acolhimento. Lá pelo meio da história o pródigo se lembra da casa do pai e reconhece que somente naquele lugar ele poderia ser acolhido, querido e bem tratado, mesmo depois de tudo que aconteceu. O detalhe é que o mesmo poderia ter acontecido com o outro filho no final da narração se ele escolhesse também ser acolhido pelo amor paterno.
Eu acredito na família por que sei que não importa qual seja nossa história pessoal, sempre teremos uma referência a nos abrigar.
E finalmente, a história conta que foi na família que a vida do filho pode ser reconstruída. Foi na volta para casa que aquele garoto pode experimentar o que é verdadeiramente o perdão e o amor – isso só acontece num ambiente familiar – e assim também poder reconstruir sua própria história. De pródigo rebelde a renascido querido.
É por isso que eu acredito na família como modelo cristão, pois é no seu seio que encontraremos as bases para que nossa vida – que por vezes está maltrapilha – possa ser refeita com carinho e cuidado.
Sei que seria bastante utopia se afirmasse que toda família ainda hoje é assim. Mas este é um modelo ideal que o Senhor nos apresentou para que nos mirássemos nele e construamos a nossa família. Exatamente por ser o que ela é no projeto de Deus é que eu acredito que nossas famílias ainda estão no centro dste projeto.
Oremos que o próprio Senhor nos conceda famílias assim.

sexta-feira, 8 de maio de 2009

SOCORRO! OS LEVITAS VOLTARAM.

Socorro! Os Levitas Voltaram


Por José Barbosa Júnior
Como tirados de folhas amareladas pelo tempo, eles surgem para atrapalhar a já atrapalhada igreja evangélica de nossos dias. São os “levitas”, os grandes homens e mulheres que ministram louvor em várias igrejas pelo país.

Um pouquinho só de conhecimento bíblico já nos faz ver que por trás disso tudo há um grande equívoco. Um movimento re-judaizante, com fortes tendências neo-pentecostais traz em seu bojo, figuras como essa, tema de nosso breve comentário.

Há algum tempo, já vinha querendo escrever sobre isso, pois é uma área da vida da igreja com a qual trabalho há muito tempo (13 anos), e uma área que certamente precisa de um maior cuidado por parte dos líderes maiores (pastores), pois navega por mares nunca dantes navegados... e perigosos.

Quem se diz levita, não sabe o que está dizendo. Creio que o desejo de ser levita surge, antes de qualquer coisa, de uma vontade de possuir títulos nobres, o que é bem comum em nosso meio. Apóstolos, Bispas, Bispos, que assim se auto-denominam são comuns em nossos arraiais. Gente que carece de profundidade bíblica e de seriedade no modo de encarar a verdade revelada. Gente que fica buscando no Velho Testamento coisas que já foram abolidas há muito tempo, há pelo menos 2.000 anos.

Esse movimento de levitas é um caso clássico que vivenciamos em nosso tempo. Pessoas que mal chegam a estar na frente da igreja dirigindo cânticos, e já se sentindo “levitas”. Já tive problemas por causa disso... fui dizer que não éramos levitas... e foi terrível, e isso numa igreja histórica.

As pessoas precisam disso, afinal, ser levita é ser especial, ser diferente da simples massa mortal que assiste ao culto (isso mesmo!! As pessoas não participam, assistem ao culto). Ser levita é fazer parte daquele grupo seleto, pessoas que surgiram lá no Antigo Testamento, ficaram omissos por 2.000 anos e agora ressurgem assustadoramente. Pra gente assim, sugiro uma leitura rápida (nem precisa ser muito profunda) do livro de Hebreus. Se restar alguma dúvida, leia novamente... se ainda tiver alguma dúvida, sugiro que procure a Sinagoga mais perto de sua casa! Creio que deve se sentir bem lá!!

Nosso meio musical tem passado por momentos terríveis ultimamente... é uma enxurrada de coisas de baixa qualidade (que alguns insistem em chamar de música) que somos obrigados a ouvir tanto nas rádios que se dizem evangélicas, como nas igrejas. Há cânticos que não dizem absolutamente NADA!!! Cantamos porque o ritmo é gostoso, às vezes agitado, às vezes meloso, mas não dizem nada! Há cânticos até heréticos! A coisa é séria !!!

Que saudades de Sérgio Pimenta, Janires, Jairinho, etc... que pena nossa juventude não ouvir tanto Vencedores Por Cristo, Logos, etc. Gente comprometida não só com a qualidade da melodia, mas também com letras sadias, bíblicas, que nos fazem bem... E graças a Deus, surgem novos nomes comprometidos com esse trabalho sério: Gladir Cabral, Arlindo Lima... e outros continuam, como João Alexandre, Jorge Camargo, Guilherme Kerr, etc.

Engraçado é que nunca vi nenhum deles arrogando o título de “levitas”. Não precisam ! São sérios, comprometidos... não vivem atrás de títulos, nomes, caras e bocas...

Tenho medo de onde podemos parar com essas esquisitices que a cada dia surgem em nosso meio. Tenho medo que aqueles que são comprometidos com algo de mais conteúdo fiquem esquecidos, sendo trocados pelos “levitas” cheios de si e vazios de conteúdo e de mensagem. E tenho mais medo ainda, que com esse movimento re-judaizante, daqui a alguns dias eu seja obrigado a sair de casa para o culto levando não só a Bíblia, mas também um carneirinho para ser sacrificado no altar dos holocaustos...

Que Deus tenha misericórdia...

Com amor....

José Barbosa Junior

quinta-feira, 23 de abril de 2009

IPB 150 ANOS DE FÉ

DIA 18 DE JULHO DE 2009 LOCAL: TEATRO TOBIAS BARRETO ARACAJU/SE PRELETOR: REV HERNANDES DIAS LOPES

domingo, 22 de março de 2009

ENSAIO DE UM SEMINARISTA

Missões

Palavra que deveria fazer nosso coração ficar em chamas, pelo imenso privilégio que o Senhor nos deu de levar a sua palavra para todos os povos, raças, tribos e nações. Se nós que fomos separados para tal propósito de proclamar as boas novas do Senhor nosso Deus ; sim nós que somos raça eleita nação santa .
Foi para esse fim também que Deus nos elegeu . Fomos criados para louvar e glorificar a Deus , porém o Senhor nos legou a responsabilidade de pregar o evangelho, essa não foi outorgada aos anjos, mais a eu e a você, temos que fazer missões em todos os lugares em casa, no trabalho,na escola, e seja aonde for, missões tem que ser um dos nossos objetivos principais .
Somos servos do Senhor e como servos que ama a sua obra temos que nos preocupar com as pessoas que vivem uma vida de desgraça sem perspectiva de uma vida melhor.
Anunciemos o evangelho de Cristo para tirar o pecador da vida de escravidão e mostremo-los que o evangelho traz transformação espiritual e intelectual para suas vidas, se você não acredita nisso olhe para sua vida e para minha vida, somos provas vivas da transformação que o evangelho causou em nossas vidas para gloria de Deus Pai .
Não precisamos apenas falar de missões, mais fazer missões com nossos corações abertos para o Senhor, dizendo: usa-me como uma chama no teu altar , para pregação da tua palavra , quão formosos os pés de quem prega o evangelho do Senhor .
Você tem dúvida do seu campo missionário olhe para o mundo ele é o nosso campo, tem pessoas ao nosso lado que precisa ouvir a palavra do Senhor , minha oração é que sejamos arautos nas mãos do nosso Santo Deus.
Muitas vezes oramos pelos missionários e seus respectivos campos pedido que o Senhor abençoe aquele campo, no entanto muitas vezes não temos a coragem suficiente para pregar o evangelho. Amados, temos a obrigação de levar as boas novas sem restrições,os nordestinos precisam de Deus, paulistas também,gaúchos e por ai em diante. Todos carecem da graça do Senhor , oremos ao dono da seara que nos dê ânimo, motivação e acima de tudo um coração voltado para o seu reino
para se cumprir o seu mandamento: ” amai ao Senhor de todo o coração e ao teu próximo como a ti mesmo” .
O campo é grande e fértil, porém faltam trabalhadores , somos convidados para fazer parte dos trabalhadores que querem trabalhar nessa seara. Isso mesmo muitas vezes declaramos que missões está no coração de Deus, isso eu sei, mais a minha pergunta é está em nosso coração ?.
Uma coisa eu sei se queremos ser usados por Deus como instrumentos em sua mãos temos que estar a sua disposição .

Missões o desafio de cada cristão !!!!!!
Mateus 28. 18-20
18 E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terra.
19 Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;
20 Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém.

Prestou atenção ele está conosco todos os dias !!!!!!!

Em Cristo, Nielyton Vieira Dantas
JMC, São paulo, 20 de março de 2009

domingo, 8 de fevereiro de 2009

PRESENÇA DO SUPERVISOR DA JMN


ESTIVERAN CONOSCO NESTES DIAS O Pr ELIOENAI E SUA ESPOSA, VISITARAM O PONTO DE PREGAÇÃO DO SÃO BENTO E O Pr PREGOU NO CAMPO COLONIA TREZE, UMA GRANDE BENÇÃO!!

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009


Estamos muito felizes com a parceria com a IP Pedrinhas e pedimos a Deus que continue a abençoar aquela comunidade. Neste dia 11 de janeiro participamos da mesa do Senhor e ouvimos uma mensagem da parte de Deus nos chamando a uma comunhão cada vez maior através da Sua Palavra, que devemos ser obdientes e não contumazes e assim partilharmos de uma vida vitori0sa em Cristo Jesus.
Miss. Marcelo da Costa Andrade
(servo dos servos de Jesus)